Cronograma de férias de funcionários: como programar numa planilha?

14.12.2022
Mesmo que uma equipe seja super engajada e ativa dentro das demandas de uma empresa, é essencial que exista o cronograma de férias condizente para que possam descansar, tanto a mente quanto o corpo.   Você sabe como funciona ou já tem aplicado esse processo de férias dentro de sua companhia? Confira abaixo informações completas sobre como efetuar esse cronograma de forma eficiente e saiba mais!  

Quando dar férias aos funcionários?

Quando dar férias aos funcionários? Deve-se dar férias ao funcionário quando este está na mesma empresa pelo tempo consecutivo de 12 meses.   Segundo as leis da CLT - Consolidação das Leis Trabalhistas -, a empresa pode ceder ao funcionário período de recesso em até um ano, porém, é obrigado que em até 23 meses seja efetuada.   Se essa quantidade de tempo for ultrapassada, é preciso que a companhia arque com o dobro da quantia.  

Como fazer cronograma de férias de funcionários numa planilha Excel?

Ter uma planilha para controle no quesito de planejamento de férias para seus funcionários é um dos passos primordiais de empresas de sucesso.   Isso porque lá você poderá visualizar um resumo geral de seus funcionários sobre as férias, assim como o percentual pago para cada um deles, cuidados com potenciais férias atrasadas e muito mais.   Para isso, geralmente é preciso ter algumas informações essenciais reunidas, que são:
  • Nome do funcionário;
  • Ano condizente;
  • Status das férias;
  • Data da contratação;
  • Data de permissão;
  • Tempo limite de uso de férias;
  • Quantidade de dias usufruídos;
  • Quantidade de dias pendentes.
Essa é uma função da qual deve ser sempre verificada pelo responsável, da qual comumente é atribuída para o RH em questão.   É preciso que ela seja constantemente alimentada com as informações de cada pessoa que está na empresa, do contrário, há grandes chances de se perder por entre os horários e questões ali inseridas.  

Como planejar as férias do seu colaborador?

Veja abaixo um passo a passo para conseguir planejar as férias do seu colaborador com muito mais direcionamento e cuidado:
  1. Tenha um processo de férias bem desenhado: lembre-se que essa questão deve ser um acordo de ambas as partes, mas, é preciso que tenha-se um desenho específico para que todos possam seguir o padrão sem causar demais problemas para a empresa;
  2. Siga o planejamento: tenha tudo corretamente anotado e organizado quando o assunto são as datas que cada pessoa vai tirar, assim, pode sanar e lidar com possíveis desencontros;
  3. Determine o dia de início e fim: alinhe-se segundo as leis trabalhistas e a contabilidade de sua empresa quais serão os dias, tanto de saída quanto de volta do funcionário;
  4. Emita o aviso de maneira adequada: é preciso que o colaborador saiba quais serão os dias de fato de seu descanso com o tempo mínimo de 30 dias antes;
  5. Observe as faltas do colaborador: aqui é preciso atenção se existem faltas computadas, sendo assim, precisam ser descontadas no número de dias disponíveis nas férias.
Quais são as outras dicas que você possui e aplica dentro de sua companhia, comandante? Não deixe de comentar abaixo o que é rotina em sua empresa!  

Dicas para fazer cronograma de férias de funcionários

Quer saber como executar um cronograma de férias de funcionários de uma maneira correta e mais condizente? Confira abaixo!  

Planeje com antecedência

O primeiro passo é o de ter a ciência de que todos os colaboradores vão precisar tirar férias eventualmente. Dessa forma, você precisa planejar com antecedência quem terá esse direito primeiro ou qual será a ordem aplicada.   A dica é fazer ciclos, onde enquanto uma pessoa está fora, haverá alguém pronto para que possa substituí-la, não deixando a empresa e muito menos o setor desfalcado.  

Tenha um substituto

Como citado anteriormente, você deve ter uma pessoa para substituir a pessoa da qual estará em férias, ou, contratar alguém temporariamente para exercer a função.   Tudo isso é parte do planejamento necessário para que sua companhia não sofra com a falta de pessoas dentro de uma equipe, reduzindo ou até acabando com possíveis problemas de desempenho.  

Treine o substituto

Agora, é preciso que todos os envolvidos da área ou a pessoa que vai ser substituída faça o correto treinamento do novo colaborador.   Esse é um dos detalhes que podem passar despercebidos, porém, que precisam de um cuidado redobrado, principalmente porque muitas dúvidas e questões com certeza vão surgir durante o dia a dia e a execução de tarefas.   Além disso, esse é outro ponto que ressalva a importância de se ter processos bem definidos e estabelecidos, evitando assim com que a empresa dependa de funcionários específicos.  

Recepcione o colaborador

Por fim, lembre-se de recepcionar essa nova pessoa em sua equipe com o devido merecimento.   Mesmo que seja uma questão temporária, é essencial que sinta-se acolhida pela nova equipe da qual vai integrar durante certo tempo, afinal, cultura organizacional fortalecida é a base de uma empresa consolidada.   Gostou desse conteúdo? Não deixe de compartilhar com outros comandantes e colaboradores que podem estar precisando desse tema em específico.   Continue acompanhando mais conteúdos para ajudar a sua empresa a sair do caos aqui no blog EAG, além de nos seguir em nossas redes sociais para estar sempre ligado em nossas novidades!
Compartilhe

QUEM É MARCELO GERMANO

  • Marcelo Germano, empresário há mais de 25 anos e dono de 5 empresas de diferentes segmentos, criador do método Empresa Autogerenciável.

  • Criou o método para ajudar o dono de uma pequena ou média empresa, que esteja vivendo no caos com os seus funcionários, a conquistar uma equipe que não dependa dele para funcionar.

  • CONHEÇA MAIS SOBRE O MARCELO

QUEM É ROGÉRIO VALENTIM

  • Empresário com experiência em vários segmentos, atuando como CEO no EAG - Empresa Autogerenciável.

  • Formado em Propaganda e Marketing pela ESPM, também é CEO na Lumma Despachante e sócio-fundador na Techslab. 

  • CONHEÇA MAIS SOBRE O ROGÉRIO